Fábrica cearense de colchões vai dobrar sua estrutura até abril

postado em 09 de Fevereiro de 2024 10h34

A cearense Bonno Colchões vai ampliar sua estrutura fabril e sua capacidade produtiva, com a mudança do centro de produção de Maracanaú para uma nova planta em Guaiuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A transferência deve ser concluída em abril.

 

Com a expansão, que abrange investimento de R$ 5,5 milhões, a empresa salta para uma área de quase 10 mil metros quadrados, com galpão e área produtiva de mais de 4 mil m² (ante os 2 mil m² da estrutura atual).

 

A expectativa é duplicar o número de funcionários, chegando ao fim de 2024 com 100 novos empregos diretos e indiretos.

 

"Com isso, devemos sair de cinco para dez cargas, ou seja, vamos dobrar de tamanho em menos de dois anos, o que mostra a aderência dos nossos produtos junto ao mercado", afirma Brasileiro Neto, Gestor Industrial da Bonno.

 

leia: Incêndio de grandes proporções atinge indústria de colchões no AM

 

A produção abastece os mercados do Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba.

 

Em Maracanaú, a empresa possui incentivo do Governo do Estado, por meio do Programa de Incentivo ao Desenvolvimento Industrial (PROVIN), do Fundo de Desenvolvimento Industrial (FDI).

 

Fonte: Diário do Nordeste