F.A. Colchões ganha certificado por cumprimento de ODS da ONU

postado em 01 de Dezembro de 2023 14h00

Pelo segundo ano consecutivo e passando por uma estrita auditoria independente a serviço da FUNDACIM a F.A Colchões com 59 anos de atuação no mercado conquista o certificado de comprimento de 16 das 17 ODS pautadas pelas Nações Unidas.

 

Com um processo de franca expansão com mais de 100 lojas exclusivas, além de presença internacional em diversos países, a F.A. Colchões, uma marca 100% nacional, destaca-se como uma das principais fabricantes de colchões e acessórios voltados para o conforto e qualidade do sono na América do Sul. Utilizando tecnologia de ponta e mantendo um compromisso com a responsabilidade social e ambiental, a empresa possui uma equipe altamente qualificada e um moderno parque industrial de 41.000 m². 

 

A F.A. Colchões é reconhecida por sua qualidade, produtividade e excelência no atendimento, sempre visando parcerias pautadas por respeito e confiança. Em linha com sua premissa de respeito e responsabilidade ambiental, a empresa celebra a conquista de um certificado que atesta o cumprimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma das principais certificações que promovem a sustentabilidade corporativa.

 

Em 2015, a ONU estabeleceu a Agenda 2030, propondo uma nova agenda de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos, composta pelos 17 ODS.

 

Os ODS são um esforço coletivo de países, empresas, instituições e sociedade civil, visando assegurar direitos humanos, combater mudanças climáticas, erradicar a pobreza, lutar contra desigualdades e injustiças, alcançar igualdade de gênero, entre outros desafios significativos. O setor privado desempenha um papel crucial neste processo, sendo um grande propulsor de inovações, tecnologias e um influenciador engajado de diversos públicos, incluindo governos, fornecedores, colaboradores e consumidores.

 

“Há quase 60 anos no mercado, trabalhamos incansavelmente para sermos agentes de mudança em nosso segmento, incentivando mais empresas a focarem em questões sociais e ambientais”, explica Luís Fernando Ferraz, CEO da F.A. Colchões. “Uma de nossas ações mais significativas é a de uma empresa do grupo focada na reciclagem e processamento de PET, que coleta e recicla embalagens, transformando garrafas em pequenos flocos. Esses flocos são reutilizados em matéria-prima para feltros e plumantes, retirando anualmente 4 milhões de garrafas da natureza e reduzindo significativamente a emissão de carbono”, complementa Ferraz.

 

Ferraz continua: “O respeito e o cuidado com as questões ambientais são parte integrante do dia a dia da F.A. Colchões, pois ser sustentável significa atender às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações de atenderem às suas. 

 

Algumas das nossas práticas incluem:

 

  • uso de madeira de reflorestamento nas estruturas de boxs somiê e cabeceiras;
  • otimização de resíduos, reutilizando sobras no processo produtivo e nos enchimentos de acolchoados e colchonetes;
  • captação de água da chuva para usos que não requerem água potável;
  • purificação dos gases do processo produtivo através de um sistema de lavador de gases desenvolvido pela empresa;
  • maximização do uso da luz natural nas instalações para promover bem-estar e economia de energia.

 

Para alcançar a certificação, a companhia demonstrou alinhamento com as metas da Agenda 2030, colaborando ativamente para o cumprimento dos ODS. Seguir os princípios do selo ODS contribui para o desenvolvimento econômico sustentável, posicionando as empresas privadas como agentes fundamentais na realização desses objetivos.

 

leia: Indústria colchoeira avança com política ESG da Abicol

 

“Reconhecendo a importância dos 16 ODS, iniciamos um processo de conscientização interna entre nossos mais de mil funcionários e implementamos práticas que consideramos vitais para todas as gerações”, conclui Ferraz.

 

Para conquistar a certificação, a companhia precisa ter uma atuação alinhada a diversas metas propostas pela Agenda 2030 — comprovando a colaboração para a conquista dos objetivos. Portanto, seguir os princípios do selo ODS contribui com o desenvolvimento econômico sustentável, sendo assim, as empresas privadas possuem um papel importante no cumprimento dos 17 objetivos da ODS. Pois, são responsáveis pelo desenvolvimento tecnológico, inovações e os recursos que impactam o meio ambiente e a sociedade.

 

São esses os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): ODS 1 – Erradicação da pobreza: acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares; ODS 2 – Fome zero e agricultura sustentável: acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável; ODS 3 – Saúde e bem-estar: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades; ODS 4 – Educação de qualidade: assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos; ODS 5 – Igualdade de gênero: alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas; ODS 6 – Água potável e saneamento: garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos; ODS 7 – Energia limpa e acessível: garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e renovável para todos; ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico: promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos; ODS 9 – Indústria, inovação e infraestrutura: construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação; ODS 10 – Redução das desigualdades: reduzir as desigualdades dentro dos países e entre eles; ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis; ODS 12 – Consumo e produção responsáveis: assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis; ODS 13 – Ação contra a mudança global do clima: tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos; ODS 14 – Vida na água: conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável; ODS 15 – Vida terrestre: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade; ODS 16 – Paz, justiça e instituições eficazes: promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis; ODS 17 – Parcerias e meios de implementação: fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.